3 Novembro, 2021

Greenvolt emite 100 milhões de euros em Green Bonds

A Greenvolt – Energias Renováveis, S.A. concluiu com sucesso uma emissão de obrigações verdes ("green bonds") num montante global de 100 milhões de euros. 

O valor da emissão ficou acima dos 75 milhões de euros inicialmente previstos, reflexo da elevada procura registada junto de investidores institucionais. A operação, cuja conclusão estava prevista para sexta-feira, foi fechada antes do prazo inicialmente previsto com o volume de ordens a superar a oferta inicial em 57%.

Esta emissão, realizada de acordo com os Princípios de Obrigações Verdes (“Green Bond Principles”), tem uma maturidade de 7 anos. A taxa de cupão anual das "green bonds" da Greenvolt foi fixada em 2,625%.

O Banco de Investimento Global, S.A. e o Haitong Bank, S.A. atuaram como coordenadores globais conjuntos desta emissão de obrigações verdes que será admitida à negociação no mercado regulamentado Euronext Lisbon.

As "green bonds" agora emitidas enquadram-se na estratégia de diversificação das fontes e tipologias de financiamento da Greenvolt, de extensão do perfil de maturidade da dívida e de reforço da sua estrutura de capitais. 

Através do financiamento sustentável, a Greenvolt pretende investir em projetos que melhorem o seu desempenho ambiental, promovam um enquadramento de produção de energia limpa e renovável, e fortaleçam a prevenção e controlo integrados da poluição. E permite reforçar o seu compromisso com a sustentabilidade. 

A Greenvolt, que iniciou a sua atividade integrada no Grupo Altri, é hoje a principal referência em termos de produção de energia a partir de biomassa residual florestal em Portugal. Tem ainda uma central de produção de energia elétrica através de biomassa residual urbana no Reino Unido, a Tilbury Green Power. 

E é já uma das maiores empresas da Europa no segmento do desenvolvimento de projetos solares e eólicos "utility-scale", com um pipeline de cerca de 3,6 GW, dos quais cerca de 1,5 GW estão em fase avançada ou "ready to build", estando presente na Polónia, Grécia, Itália, França, Roménia e Bulgária, entre outros. 

Complementar ao desenvolvimento destes projetos de grande dimensão, a Greenvolt aposta na geração descentralizada de energia, sendo este um dos eixos principais da transição energética e um instrumento de redução dos custos da fatura energética. 

Essa aposta da Greenvolt, empresa cotada no índice PSI-20 da Euronext Lisbon, traduz-se nas participações acionistas que detém na Profit Energy, em Portugal, e na Perfecta Energia, em Espanha.